Instituto Brasileiro do Concreto
Concreto Brasil

Cadastro de Pesquisas sobre Concreto


Página 6 de 334 (6661 registros encontrados)
6
Área*: Materiais
Palavras-chave*: Engenharia Ambiental; Durabilidade; *
Concreto;Proteção Ambiental *

Instituições*:

Universidade Federal da Bahia*


Título*: DURABILIDADE DAS EDIFICAÇÕES DE CONCRETO ARMADO EM SALVADOR: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A IMPLANTAÇÃO DA NBR 6118:2003

Descrição*:

RESUMO Com a publicação das normas NBR 6118:2003 e NBR 14931:2003, espera-se que ações concernentes à durabilidade das estruturas sejam implementadas desde a elaboração do projeto até a fase de uso e manutenção das instalações. O estado de degradação a
Objetivos*: ? Analisar o procedimento adotado pelos contratantes na execução do pedido de concreto junto aos fornecedores, assim como indicar melhorias que podem ser implementadas nesta fase, decorrentes das recomendações prescritas nas Normas NBR 6118:2003 (Projeto de estruturas de concreto: procedimento) e NBR 14931:2003 (Execução de estruturas de concreto: procedimento). ? Estimar a classificação da agressividade ambiental de áreas de Salvador, a partir de um levantamento do número de patologias existentes em algumas de suas edificações, bem como de dados dos seus bairros identificados como: distância do centro de massa à orla marítima, diferença máxima de elevação e elevação média. ? Avaliar a influência de parâmetros de dosagem, tais como de consistência, relação água-cimento e consumo de cimento, na determinação da penetração de água sob pressão em alguns concretos.
Resultados Esperados*: Descreve-se e comenta-se acerca das melhorias que poderão ser implementadas no pedido de concreto, decorrentes das recomendações da NBR 6118:2003 e da NBR 14931:2003, bem como das recomendações extraídas de consultas realizadas em artigos e livros técnicos. Apresentam-se também a análise e os resultados das pesquisas efetuadas junto aos estruturalistas baianos e junto a uma empresa de recuperação de estruturas. São mostrados e interpretados os dados obtidos junto aos fornecedores de concreto, assim como os resultados e análise do estudo de permeabilidade do concreto.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Considera-se que há necessidade de se realizar estudos complementares, que possam não somente validar, como também adicionar e ampliar os resultados alcançados neste trabalho. ? Em relação à classificação da agressividade ambiental: A equação 4.6, que correlaciona o nº de obras com patologias, por cem mil unidades, com as características do seu local de implantação, foi obtida considerando a distância do centro de massa do bairro à orla marítima e não a distância do centro de massa da obra. Por este motivo, entende-se ser interessante proceder esta alteração na pesquisa, bem como considerar a influência do vento (direção e velocidade). Com base no texto da revista (COMITÉ TÉCNICO CT-301, 2003, p.18) que comenta a própria NBR 6118, recomenda-se avaliar a concentração efetiva de certas substâncias agressivas no ambiente que envolve a estrutura ou suas partes. De posse das determinações específicas dos teores das substâncias agressivas (CO2 agressivo, amônia, magnésia, sulfato, sólidos dissolvidos) e do pH, poder-se-ia definir a classe de agressividade a ambiental a adotar, tomando-se como referência os limites fixados na tabela C 6.1 da própria revista. Vale salientar que a NBR 6118, através do seu item 6.4.3, permite ao projetista considerar classificação mais agressiva que a estabelecida na sua tabela 6.1. Sugere-se ainda que seja ampliado o cenário dos estudos ? Quanto a ensaios tecnológicos em concretos: Com a publicação da NBR 6118:2003, e por esta abordar com ênfase a durabilidade das estruturas, as partes envolvidas na construção civil devem utilizar-se, de forma regular, dos resultados de ensaios que avaliem as propriedades do concreto relacionadas à difusividade, permeabilidade e absorção capilar de água e gases. Convém observar que a mencionada norma, através do item 7.4.2, apenas permite adotar os requisitos mínimos expressos na sua tabela 7.1, quando não existir ensaios comprobatórios de desempenho de durabilidade da estrutura frente ao tipo e nível de agressividade previstos em projeto. Essa nova prática, se adotada, permitirá ao projetista e ao contratante definirem melhor as influências ambientas a serem previstas em projeto. Sugere-se ainda que seja ampliado o estudo do comportamento dos concretos sob a penetração de água, a partir da introdução de diferentes tipos de aditivos atualmente empregados nesta capital, principalmente os incorporadores de ar.
Participantes:


Nome*:

José Marcí­lio Ladeia Vilasboas

E -mail*:

josemarcilio@petrobras.com.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: Petrobras/Universidade Católica do Salvador
Orçamento do Projeto (R$): R$ 30.000,00
Data Inicial*: 1/2/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 3/9/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Outros
Palavras-chave*: Ecletismo *
Sistemas estruturais *
Métodos teóricos
Métodos empiricos
Instituições*:

Universidade Federal da Bahia*


Título*: O Uso do Concreto e da Argamassa Armada na Arquitetura Eclética em Salvador (BA)

Descrição*:

Foi estudado o uso do concreto armado na arquitetura eclética, pois a introdução do concreto armado no Brasil, se deu na mesma época que foi difundido este estilo arquitetônico no país. Deste modo foram estudados os sistemas estruturais e os métodos de
Objetivos*: Estudar a relação do concreto armado com a arquitetura eclética, identificando, catalogando e analisando os sistemas estruturais em concreto armado, utilizando inclusive Métodos Não Destrutivos na prospecção das peças.
Resultados Esperados*: Determinar os sistemas utilizados em alguns prédios ecléticos em Salvador, comparando o que foi executado com a literatura existente no início do século XX. Além disto, poder fazer a verificação do cálculo das peças, tanto pelos métodos antigos, antes da teoria de Morsch, quanto pelos métodos atuais de cálculo de concreto armado.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Prosseguir com o uso de Métodos Não Destrutivos para a propecção de peças de sistemas antigos de concreto armado, em especial as que possuem valor histórico. Prosseguir o estudo em prédios ecléticos, identificando os sistemas utilizados, não só em Salvador, mas também em outras cidades em que a arquitetura eclética teve representação expressiva. Estudar a teoria de cortante e torção utilizada no final do século XIX e início do século XX, para peças de concreto armado.
Participantes:


Nome*:

Alfredo Telles de Lima Neto

E -mail*:

atln@ufba.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 0,00
Data Inicial*: 7/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 30/12/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: confinamento**
Pilares *

Instituições*:

Escola de Engenharia de São Carlos*


Título*: MECANISMOS DE CONFINAMENTO EM PILARES DE CONCRETO ENCAMISADOS COM COMPÓSITOS DE FIBRAS DE CARBONO E RESINA EPÓXI SUBMETIDOS À FLEXO-COMPRESSÃO

Descrição*:

Pesquisa - Doutorado Resumo do projeto Pretende-se aprofundar o conhecimento científico e tecnológico no reforço de estruturas de concreto armado, investigando os mecanismos de confinamento desenvolvidos em pilares de concreto armado encamisados com pol
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Jefferson Albino de Santana

E -mail*:

ajsantana2@hotmail.com

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 5/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 30/4/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Outros
Palavras-chave*: Carbonatação*
Reabilitação *
Realcalinização
Absorção / difusão
Instituições*:

Universidade Federal de Goiás*


Título*: CONTRIBUIÇÃO À VIABILIZAÇÃO DA TÉCNICA DE REALCALINIZAÇÃO DO CONCRETO CARBONATADO ATRAVÉS DA ABSORÇÃO/DIFUSÃO DE SOLUÇÕES ALCALINAS

Descrição*:

Segundo MIETZ (1998), o mais efetivo método para parar e prevenir a corrosão provocada pela carbonatação, e assim evitar o alto custo de reparos de construções e estruturas, é eliminar as causas para reações de corrosão, ou seja, a reabilitação do concret
Objetivos*: A pesquisa teve como objetivo principal o estudo de uma técnica de reparo não- destrutiva, denominada de técnica de realcalinização por absorção/difusão. Neste estudo foram empregadas três diferentes soluções alcalinas (carbonato de sódio, hidróxido de potássio e uma mistura destas duas com o hidróxido de sódio) em corpos-de-prova de concreto carbonatado, sem o emprego de corrente elétrica. Paralelamente aos ensaios principais de realcalinização, foram realizados ensaios complementares de resistência à compressão, absorção capilar, avaliação da repassivação por meio de técnicas eletroquímicas e da aderência de argamassas em substrato realcalinizado, de forma a fornecer subsídios para posteriores análises da viabilidade prática da técnica.
Resultados Esperados*: 1. As soluções alcalinas estudadas mostraram-se eficientes na realcalinização do concreto. Porém, quando analisado o tempo necessário para realcalinizar 2,5 cm de concreto carbonatado, ficou clara a diferença entre cada uma das soluções, onde a solução mais rápida foi a solução 2 (hidróxido de potássio) em, aproximadamente, 4 semanas, seguida pela solução 3 (TRIPLA ? Na2CO3, KOH e NaOH) em 7 semanas e pela solução 1 (carbonato de sódio) em 9 semanas. 2. A realcalinização por absorção/difusão não influi, estatisticamente, na propriedade de resistência à compressão do concreto, diferentemente do que ocorre na realcalinização eletroquímica, embora a resistência à compressão do concreto realcalinizado pela solução 1 (carbonato de sódio) tenha dado 7,5% maior do que a do concreto de referência. Para os corpos-de-prova realcalinizados com a solução 2 (hidróxido de potássio) houve uma queda de 2,2% e com a solução 3 (TRIPLA) um aumento de 4,6% na resistência à compressão quando comparados com os corpos-de-prova de referência. 3. A solução TRIPLA mostrou um comportamento intermediário nos resultados obtidos desta pesquisa quando analisada a velocidade de realcalinização e a resistência à compressão. Desta maneira, tornando-se a solução mais viável para a realcalinização por absorção/difusão. 4. A técnica de realcalinização por absorção/difusão conseguiu realcalinizar todo o concreto carbonatado, efeito constatado pelo uso do indicador químico de timolftaleína e pela verificação do pH do concreto próximo à armadura, que foi entorno de 12,5 para as três soluções estudadas. 5. As técnicas eletroquímicas não mostraram a repassivação da armadura até a conclusão desta dissertação, mas é clara a tendência dos potenciais e das intensidades de corrosão para um nível de menor risco de corrosão. Desta forma, torna-se necessário prosseguir com as medidas eletroquímicas até a formação da película de repassivação. 6. Os ensaios de aderência de revestimentos de argamassa industrializada nos substratos realcalinizados pela solução alcalina TRIPLA, mostrou que a realcalinização não prejudicou tal aderência.
Sugestões para
pesquisas futuras:
1. Verificar a ocorrência do fechamento dos poros do concreto realcalinizados através do ensaio de porosimetria por intrusão de mercúrio. 2. Verificação da repassivação da armadura através da realcalinização por absorção/difusão de soluçãoes alcalinas. 3. Verificação da resistência de aderência, em substratos realcalinizados, de pinturas de base acrílica e vernizes. 4. Estudo da durabilidade da realcalinização por absorção/difusão através de medidas eletroquímicas e de indicadores químicos. 5. Estudo da técnica em estruturas de real.
Participantes:


Nome*:

FERNANDA WANDERLEY CORRÊA DE ARAÚJO

E -mail*:

fernanda.araujo@poli.usp.br

Nome:

ENIO PAZINI FIGUEIREDO

E -mail:

epazini@eec.ufg.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
www.ufg.br/cmec
Entidade Financiadora: CAPES/SECTEC-GO
Orçamento do Projeto (R$): R$ 0,00
Data Inicial*: 3/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 24/8/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: recuperação *
estruturas de concreto *
corrosão
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Avaliação de comportamento de sistemas de reparo para estruturas de concreto com corrosão de armaduras

Descrição*:

A corrosão de armaduras é um dos problemas patológicos mais comuns nas estruturas de concreto armado. Estima-se que os custos econômicos diretos da corrosão estão entre 1,25% a 3,5% do PNB dos países desenvolvidos ou em desenvolvimento (Andrade & González
Objetivos*: Avaliar o comportamento de distintos sistemas de reparo para estrutura real danificada por corrosão de armaduras. Levantar subsídios para a adequada seleção dos sistemas avaliados para a recuperação de estruturas com corrosão de armaduras.
Resultados Esperados*: Identificão das diferenças de comportamento dos sistemas de recuperação empregados quanto à eficiência de proteção das armaduras e durabilidade. Comparar resultados e métodos de campo com os obtidos em laboratório.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Maurí­cio Luiz Grochoski Garcia

E -mail*:

mauricio.garcia@poli.usp.br

Nome:

Paulo Helene

E -mail:

paulo.helene@poli.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
www.concreto.pcc.usp.br
Entidade Financiadora: FAPESP
Orçamento do Projeto (R$): R$ 100.000,00
Data Inicial*: 3/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 9/1/2006 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: Alvenaria estrutural *
Blocos vazados de concreto *
Propriedades mecânicas do material constituinte
Análise experimental
Instituições*:

Escola de Engenharia de São Carlos - USP*


Título*: Resistência e deformabilidade de blocos vazados de concreto e suas correlações com as propriedades mecânicas com do material constituinte

Descrição*:

Moldam-se blocos vazados de concreto com concreto plástico paralelamente a corpos-de-prova de dimensões distintas. Realizam-se ensaios de reistência à compressão, tração e para obtenção de módulo de elasticidade.
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Claudius de Sousa Barbosa

E -mail*:

claudius@sc.usp.br

Nome:

João Bento de Hanai

E -mail:

jbhanai@sc.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FAPESP
Orçamento do Projeto (R$): R$ 39.046,00
Data Inicial*: 3/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 31/3/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Construção
Palavras-chave*: concreto massa *
temperatura *
tensão
método dos elementos finitos
Instituições*:

Universidade Federal do Espírito Santo*
Furnas Centrais Elétricas

Título*: Comportamento térmico e tensional durante a construção de barragens de concreto massa

Descrição*:

Este projeto pertence a um amplo estudo de pesquisa em desenvolvimento que surgiu a partir da tese de doutorado do professor, doutor e engenheiro João Luíz Calmon, e que contempla várias análises físicas pelo Método dos Elementos Finitos (MEF), como por
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Sergio Botassi dos Santos

E -mail*:

botassi@furnas.com.br

Nome:

João Luiz Calmon Nogueira da Gama

E -mail:

calmont@npd.ufes.br

Nome:

Labotatório de Concreto de Furnas

E -mail:

concreto@furnas.com.br

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: confiabilidade *
estruturas *
concreto armado
projeto
Instituições*:

Programa de Pós-graduação em Engenharia Oceânica - Fundação Universidade Federal do Rio Grande*
Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil - Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Departamento de Tecnologia da Construção - Universidade Federal de Pelotas

Título*: Confiabilidade no Projeto de Estruturas de Concreto

Descrição*:

O projeto de estruturas de concreto consiste na determinação das dimensões dos elementos e da quantidade e disposição das armaduras, para que não seja atingido um estado limite. A estrutura não deve atingir nem um estado limite último, que corresponderia
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Mauro de Vasconcellos Real

E -mail*:

mauro@dmc.furg.br

Nome:

Amé©rico Campos Filho

E -mail:

americo@vortex.ufrgs.br

Nome:

Sérgio Roberto Maestrini

E -mail:

smaestro@terra.com.br

Nome:

Charlei Marcelo Paliga

E -mail:

charleip@yahoo.com.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FAPERGS/CNPQ
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Construção
Palavras-chave*: Concreto Compactado Com Rolo *
Juntas *
Tempo de Exposição
Instituições*:

Furnas Centrais Elétricas S. A.*


Título*: COMPORTAMENTO DO CONCRETO COMPACTADO COM ROLO SOB DIFERENTES CONDIÇÕES DE COMPACTAÇÃO

Descrição*:

Este projeto de pesquisa visa investigar o Concreto Compactado com Rolo (CCR) quando submetido a diferentes condições de compactação. Os principais pontos de interesse da pesquisa são avaliar a influência do tempo de espera para a compactação na aderência
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Newton Goulart Graça

E -mail*:

newgougr@furnas.com.br

Nome:

Henry Silvério Mendes

E -mail:

henry@furnas.com.br

Nome:

Elizabeth Leopoldina Batista

E -mail:

concreto@furnas.com.br

Nome:

Dr. Oswaldo Cascudo

E -mail:

ocascudo@eec.ufg.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.furnas.com.br/labtec/index.htm
Entidade Financiadora: Agência Nacional de Energia Elétrica
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: oxidação*
sulfetos *
concreto
deterioração
Instituições*:

Centro Tecnológico de Engenharia Civil de Furnas Centrais Elétricas S.A.*
Agência Nacional de Energia Elétrica _ANEEL

Título*: Utilização de rochas contendo sulfetos em concreto.

Descrição*:

Os estudos sobre os mecanismos de reação e oxidação de rochas contendo sulfetos iniciaram após o surgimento de alguns casos de deterioração de estruturas de concreto, fabricadas com agregados provenientes de rochas sulfetadas. A maioria das pesquisas pub
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Nicole Pagan Hasparyk Andrade, MSc.

E -mail*:

nicole@furnas.com.br

Nome:

Maria de Jesus Gomides, MSc.

E -mail:

gomides@furnas.com.br

Nome:

Francesca Chein Muniz

E -mail:

fran@furnas.com.br

Nome:

Helena Carasek, Dra.

E -mail:

hcarasek@cultura.com.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: Agência Nacional de Energia Elétrica _ANEEL
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: Cobrimento*
Adiçoes Minerais *
Corrosão
cloretos e carbonatação
Instituições*:

Furnas Centrais Elétricas S. A.*
UFG - Universidade Federal de Goiás
INSA - Institut National de Sciences Appliquées de Toulouse

Título*: Influência das Adições Minerais e da Cura na Durabilidade do Concreto de Cobrimento

Descrição*:

A presente pesquisa tem como tema geral o estudo das características do concreto de cobrimento ligadas à durabilidade. As variáveis do estudo são o emprego de adições minerais (escória de alto-forno, cinza volante, cinza de casca de arroz, metacaulinita
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Helena Carasek

E -mail*:

hcarasek@cultura.com.br

Nome:

Oswaldo Cascudo

E -mail:

ocascudo@cultura.com.br

Nome:

Anne Neiry Lopes

E -mail:

anne@furnas.com

Nome:

Ricardo Ferreira

E -mail:

ricfer@furnas.com

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
www.furnas.com.br e www.gedur.com
Entidade Financiadora: ANEEL, FURNAS e CAPES (bolsas de pesquisa)
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/6/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: resí­duos de construção*
solo-cimento *
meio ambiente
construção civil
Instituições*:

UNESP-ILHA SOLTEIRA*


Título*: Análise da adição de resíduos de construção nas propriedades de tijolos prensados de solo-cimento produzidos com solo da região oeste do Estado de São Paulo.

Descrição*:

Pesquisas nas quais se utilizam materiais e técnicas alternativas, no contexto atual de aproveitamento de resíduos e preservação do meio ambiente, estão assumindo grande importância na Engenharia Civil. Determinados resíduos podem ser inclusive de aplicaç
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

ANTÔNIO ANDERSON DA SILVA SEGANTINI

E -mail*:

anderson@dec.feis.unesp.br

Nome:

MARIA CONSOLAÇÃO ALBUQUERQUE

E -mail:

sao@dec.feis.unesp.br

Nome:

Márcia Ikarugi Bomfim de Souza

E -mail:

Nome:

André Luiz Nonato Ferraz

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FAPESP
Orçamento do Projeto (R$): R$ 10.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2006 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: ANÁLISE NUMÉRICA *
DUCTILIDADE *
CASTEM 2000
ANSYS
Instituições*:

UNESP- ILHA SOLTEIRA*
POLI-USP

Título*: AVALIAÇÃO NUMÉRICA DE ESTRUTURAS DE CONCRETO DE ALTO DESEMPENHO ATRAVÉS DO CÓDIGO DE CÁLCULO CASTEM 2000

Descrição*:

Apesar das inúmeras vantagens apresentadas pelo Concreto de Alta Resistência (CAR), tanto a ductilidade quanto a resistência dos pilares elaborados com esse material são alvos de preocupação dos construtores, pesquisadores, engenheiros no que concerne à s
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

MÔNICA PINTO BARBOSA

E -mail*:

mbarbosa@dec.feis.unesp.br

Nome:

ANDRÉ LUÍS GAMINO

E -mail:

andre.gamino@poli.usp.br

Nome:

LUCIANA MARQUES DA COSTA JACOMASSI

E -mail:

lujacomassi@bol.com.br

Nome:

TÚLIO NOGUEIRA BITTENCOURT

E -mail:

tulio.bittencourt@poli.usp.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FAPESP E CEA
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2006 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Durabilidade Engenharia Ambiental, Concreto e Proteção Ambiental *
Engenharia Ambiental, Concreto e Proteção Ambiental *

Instituições*:

Universidade Federal da Bahia*


Título*: Durabilidade das edificações de concreto armado em Salvador: uma contribuição para implantação da NBR 6118:2003

Descrição*:

Com a publicação das normas NBR 6118:2003 e NBR 14931:2003, espera-se que ações concernentes à durabilidade das estruturas sejam implementadas desde a elaboração do projeto até a fase de uso e manutenção das instalações. O estado de degradação atual das e
Objetivos*: ? Analisar o procedimento adotado pelos contratantes na execução do pedido de concreto junto aos fornecedores, assim como indicar melhorias que podem ser implementadas nesta fase, decorrentes das recomendações prescritas nas Normas NBR 6118:2003 (Projeto de estruturas de concreto: procedimento) e NBR 14931:2003 (Execução de estruturas de concreto: procedimento). ? Estimar a classificação da agressividade ambiental de áreas de Salvador, a partir de um levantamento do número de patologias existentes em algumas de suas edificações, bem como de dados dos seus bairros identificados como: distância do centro de massa à orla marítima, diferença máxima de elevação e elevação média. ? Avaliar a influência de parâmetros de dosagem, tais como de consistência, relação água-cimento e consumo de cimento, na determinação da penetração de água sob pressão em alguns concretos.
Resultados Esperados*: No quarto capítulo são apresentados os resultados obtidos das etapas de trabalho desenvolvidas no capítulo anterior, com as respectivas análises. Portanto, descreve-se e comenta-se acerca das melhorias que poderão ser implementadas no pedido de concreto, decorrentes das recomendações da NBR 6118:2003 e da NBR 14931:2003, bem como das recomendações extraídas de consultas realizadas em artigos e livros técnicos. Apresentam-se também a análise e os resultados das pesquisas efetuadas junto aos estruturalistas baianos e junto a uma empresa de recuperação de estruturas. São mostrados e interpretados os dados obtidos junto aos fornecedores de concreto, assim como os resultados e análise do estudo de permeabilidade do concreto.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Considera-se que há necessidade de se realizar estudos complementares, que possam não somente validar, como também adicionar e ampliar os resultados alcançados neste trabalho. ? Em relação à classificação da agressividade ambiental: A equação 4.6, que correlaciona o nº de obras com patologias, por cem mil unidades, com as características do seu local de implantação, foi obtida considerando a distância do centro de massa do bairro à orla marítima e não a distância do centro de massa da obra. Por este motivo, entende-se ser interessante proceder esta alteração na pesquisa, bem como considerar a influência do vento (direção e velocidade). Com base no texto da revista (COMITÉ TÉCNICO CT-301, 2003, p.18) que comenta a própria NBR 6118, recomenda-se avaliar a concentração efetiva de certas substâncias agressivas no ambiente que envolve a estrutura ou suas partes. De posse das determinações específicas dos teores das substâncias agressivas (CO2 agressivo, amônia, magnésia, sulfato, sólidos dissolvidos) e do pH, poder-se-ia definir a classe de agressividade a ambiental a adotar, tomando-se como referência os limites fixados na tabela C 6.1 da própria revista. Vale salientar que a NBR 6118, através do seu item 6.4.3, permite ao projetista considerar classificação mais agressiva que a estabelecida na sua tabela 6.1. Sugere-se ainda que seja ampliado o estudo do comportamento dos concretos sob a penetração de água, a partir da introdução de diferentes tipos de aditivos atualmente empregados nesta capital, principalmente os incorporadores de ar.
Participantes:


Nome*:

José Marcí­lio Ladeia Vilasboas

E -mail*:

josemarcilio@petrobras.com.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: Petrobras
Orçamento do Projeto (R$): R$ 35.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 9/3/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: Metacaulim de alta reatividade *
Concreto de alta resistência *
Pozolana de alta reatividade
Instituições*:

Universidade do Pará*
Umiversidade do rio Grande do Sul

Título*: VERIFICAÇÃO DA INFLUÊNCIA DO USO DE METACAULIM DE ALTA REATIVIDADE NAS PROPRIEDADES MECÂNICAS DO CONCRETO DE ALTA RESISTÊNCIA

Descrição*:

O MCAR é oriundo do processo de calcinação em temperaturas entre 400ºC e 950ºC e posterior processo de moagem de argilas com altos teores de caulinita, como a argila caulinítica e o caulim. A elevada finura obtida no MCAR é o principal diferencial deste m
Objetivos*: O objetivo principal deste trabalho foi avaliar o uso do MCAR, decorrente de resíduo industrial, nas propriedades mecânicas do concreto, mais especificamente na resistência à compressão, resistência à tração na compressão diametral, resistência à tração na flexão, módulo de elasticidade e coeficiente de Poisson.
Resultados Esperados*: O estudo indicou que o uso do MCAR proporciona melhorias em todos os ensaios mecânicos realizados, decorrente do efeito pozolânico e filer deste material. A ratificação destes efeitos foi obtida nos ensaios realizados na microestrutura. Na comparação com os resultados relatados com o uso da cinza de casca de arroz e com a sílica ativa, obtidos em ensaios com metodologia e materiais semelhante, verificou-se um comportamento similar a estes materiais.
Sugestões para
pesquisas futuras:
1. O estudo do processo de moagem, através do uso de diversos tipos de moinho, com o objetivo de obtenção de um menor diâmetro médio das partículas do MCAR. 2. Correlação dos valores obtidos neste trabalho com os obtidos com o MCAR de maior finura, com o objetivo de verificar se há melhoria da relação custo-benefício, quando adota-se um MCAR com menor finura. 3. Avaliação das propriedades mecânicas com teores de substituição superiores a 20%. 4. Avaliação, de um modo sistemático, da durabilidade do concreto com o uso do MCAR, através do uso de diversos teores de substituição. 5. Avaliação, de um modo sistemático, do calor de hidratação e da retração do concreto com o uso do MCAR, através do uso de diversos teores de substituição. 6. Avaliação do uso do MCAR em argamassas de reparo.
Participantes:


Nome*:

Paulo Sérgio Lima Souza

E -mail*:

paseliso@ufpa.br

Nome:

Denise Carpena Coitinho Dal Molin

E -mail:

Dmolin@vortex.ufrgs.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: CNPq
Orçamento do Projeto (R$): R$ 49.740,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 31/12/2003 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Construção
Palavras-chave*: Lançamento *
Subaquático *
Auto-adensável
Recuperação
Instituições*:

Furnas Centrais Elétricas S.A.*


Título*: Concreto para Lançamento Subaquático

Descrição*:

O lançamento de concreto submerso requer uma tecnologia especializada e merece um cuidadoso planejamento. Estudos de laboratório para simular o que pode acontecer quando se executa concretagens subaquáticas são escassos na literatura técnica e de difícil
Objetivos*: 1. Desenvolver em laboratório um equipamento que simule concretagens subaquáticas até 90 metros de profundidade (9,0 kgf/cm2), credenciando o Laboratório de Concreto de Furnas a realizar estudos de dosagens de concreto para concretagens e recuperação de estruturas submersas. 2. realizar um estudo de concreto para lançamento subaquático, determinando suas principais propriedades inclusive estudo de aderência do concreto novo ao substrato (concreto velho).
Resultados Esperados*: 1. Validação do equipamento. 2. Estabelcer uma dosagem de concreto que evite a lixiviação do concreto durante o lançamento, utilizando aditivos superplastificates, hiperplastificantes e antidispersantes
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Newton goulart Graça

E -mail*:

newgougr@furnas.com.br

Nome:

Henry Silvério Mendes

E -mail:

henry@furnas.com.br

Nome:

Walton Pacelli de Andradre

E -mail:

Nome:

José Francisco Farage do Nascimento

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/6/2003 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Construção
Palavras-chave*: Aderência *
CCR *
Junta
Argamassa
Instituições*:

FURNAS Centrais Elétricas S.A.*


Título*: Avaliação da aderência entre camadas de concreto compactado com rolo em pistas experimentais confecc

Descrição*:

A pesquisa procura investigar a aderência entre camadas de CCR, através de confecção de pistas experimentais em laboratório confrontando os resultados obtidos com o os de aterros experimentais executados em obra.
Objetivos*: Este projeto tem como objetivo avaliar a eficiência da aderência entre camadas de CCR, com e sem utilização de argamassa de ligação nas juntas, para variadas condições de tratamento entre as camadas. As condições de tratamento das juntas são referentes ao tipo de tratamento (soprado, jateado), tempo e temperatura de exposição de cada camada. Espera-se com essa pesquisa, identificar o tipo de tratamento e o tempo de exposição mais adequados para as diferentes temperaturas, possibilitando a obtenção de parâmetros confiáveis a serem aplicados durante a elaboração do projeto e como padrões de controle e de garantia da qualidade da obra, fornecendo subsídios para a escolha de métodos construtivos.
Resultados Esperados*: Espera-se a obtenção de novas possibilidades para o controle da permeabilidade do paramento de montante em barragens e fornecer dados para a utilização do CCR rampado (método chinês), que pode prescindir da argamassa de ligação entre camadas.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Maurice Antoine Traboulsi

E -mail*:

maurice@furnas.com.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 30/6/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: tração direta *
diametral *
flexão
concreto
Instituições*:

FURNAS Centrais Elétricas S.A.*
Universidade Federal de Goiás

Título*: Tração direta em corpos de prova de concreto.

Descrição*:

O projeto foi desenvolvido a fim de determinar um modelo adequado de corpo de prova para ensaio de tração direta pelo método Leroy®, de forma que a superfície de ruptura ocorra no terço médio do corpo de prova, garantindo a funcionalidade e a credibilidad
Objetivos*: Além da definição de um modelo de ensaio de tração direta, visa o estabelecimento de correlação entre os métodos mais usuais de avaliação da resistência à tração para uma ampla faixa de concretos com características variáveis. Outro ponto estudado foi a avaliação da propriedade de resistência à tração para uma vasta faixa de concretos para avaliação se a relação de 10% é válida para adoção da correpondência da tração em relação à compressão.
Resultados Esperados*: - modelo de tração direta confiável - dados e parâmetros de correlação
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Luciana dos Anjos Farias

E -mail*:

lafarias@furnas.com.br

Nome:

Max Lany Stival Vieira

E -mail:

mvieira@furnas.com.br

Nome:

Oswaldo Cascudo

E -mail:

ocascudo@cultura.com.br

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 30/6/2003 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: armadura*
cobrimento *
concreto armado
corrosão
Instituições*:

FURNAS Centrais Elétricas S.A.*
Universidade Federal de Goiás

Título*: Influência das adições minerais e da cura na durabilidade do concreto de cobrimento

Descrição*:

A corrosão das armaduras de estruturas de concreto é uma manifestação patológica de grande gravidade, com alto impacto social e econômico, e que afeta as obras civis em todo o mundo. Pode-se afirmar que que o fenômeno da corrosão impiedosamente leva estru
Objetivos*: Avaliar a capacidade de proteção das armaduras dada pelo cobrimento de concreto, em função das alterações microestruturais da pasta de cimento devidas às adições minerais e ao tipo de cura. Investigar a porosidade do concreto obtida de acordo com a presença de várias adições em relação às principais propriedades do concreto ligadas à durabilidade, em especial àquelas associadas ao fenômeno da corrosão das armaduras. Investigar o tempo de iniciação e propagação da corrosão (dados termodinâmicos e cinéticos da corrosão), mediante um estudo que envolverá ataques tanto por cloretos quanto por carbonatação em corpos-de-prova de concreto armado, considerando vários tipos de adições minerais e de procedimento de cura, permitindo desta forma análises sobre desempenho e vida útil das peças estruturais.
Resultados Esperados*: Definição dos tipos de adições minerais, associadas ao tipo de cura, que forneçam ao cobrimento de concreto a maior capacidade de proteção contra a corrosão das armaduras em estruturas de concreto armado, frente à agressividade ambiental. Espera-se, com isto, contribuir no sentido de uma maior durabilidade e economia para as estruturas de concreto constituintes das obras de barragem.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Anne Neiry de Mendonça Lopes

E -mail*:

anne@furnas.com.br

Nome:

Alexandre de Castro Pereira

E -mail:

alexcasp@furnas.com.br

Nome:

Ricardo Ferreira

E -mail:

ricfer@furnas.com.br

Nome:

Oswaldo Cascudo

E -mail:

ocascudo@cultura.com.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 30/6/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: tipos de concreto*
MATERIAIS PARA CONCRETO *

Instituições*:

centro paula souza -etec tereza nunes*


Título*: CONCRETO

Descrição*:

aplicação de concreto na construção cívil
Objetivos*: obter pesquisas relacionas ao concreto
Resultados Esperados*: atualização do emprego dos concretos
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Alice Rodrigues Alves

E -mail*:

lica009@hotmail.com

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 0,00
Data Inicial*: 1/1/2002 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 21/10/2013 (dd/mm/aaaa)
   
 

 

<<
Anterior
6
7
8
9
10
Próxima
>>
Página 6 de 334 (6661 registros encontrados)