Instituto Brasileiro do Concreto
Concreto Brasil

Cadastro de Pesquisas sobre Concreto


Página 4 de 334 (6661 registros encontrados)
4
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Deformabilidade *
Estruturas *
Concreto
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Deformabilidade das Estruturas de Concreto

Descrição*:

Este projeto visa avaliar experimentalmente e comprovar por meio de simulação numérica e monitoração de estruturas reais os efeitos da fluência, da fissuração, da retração e da temperatura na deformabilidade de estruturas de concreto.
Objetivos*: Avaliar experimentalmente e comprovar por meio de simulação numérica e monitoração de estruturas reais os efeitos da fluência, da fissuração, da retração e da temperatura na deformabilidade de estruturas de concreto.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Túlio Nogueira Bittencourt

E -mail*:

tulio.bittencourt@poli.usp.br

Nome:

Ricardo Leopoldo e Silva França

E -mail:

ricardo.franca@poli.usp.br

Nome:

João Carlos Della Bella

E -mail:

dbella@usp.br

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.lmc.ep.usp.br/people/tbitten/gmec/home.htm
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Confinamento *
Pilares *
Concreto
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Análise do confinamento necessário em pilares de concretos diferentes ao longo da altura.

Descrição*:

Pretende-se estudar teórica e experimentalmente a resistência de pilares de concretos diferentes ao longo da altura, testando diferentes proposições de resistências e diferentes condições de confinamento.
Objetivos*: Pretende-se estudar teórica e experimentalmente a resistência de pilares de concretos diferentes ao longo da altura, testando diferentes proposições de resistências e diferentes condições de confinamento.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Fernando Rebouças Stuchhi

E -mail*:

fernando.stuchhi@poli.usp.br

Nome:

Ana Paula Silveira

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Resistência *
Concreto *
Vibrações Mecânicas
Tráfego
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Avaliação da Resistência dos Concretos Moldados em Ambientes com Vibrações Mecânicas Induzidas por Tráfego

Descrição*:

A execução desse trabalho de pesquisa visa obter informações complementares sobre o comportamento do concreto de alta resistência nas primeiras idades, executados em ambientes submetidos a vibrações, como as rodovias.
Objetivos*: Investigar experimentalmente a freqüência aceitável da camada de concreto de alta resistência em execução do pavimento rígido, a fim de suportar oscilações de tráfego.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Pedro Afonso de Oliveira Almeida

E -mail*:

pedro.almeida@poli.usp.br

Nome:

Juliana Ferreira Fernandes

E -mail:

juliana.fernandes@poli.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora: FAPESP
Orçamento do Projeto (R$): R$ 40.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Métodos *
Análise *
Concreto
Descontinuidade
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Aplicações e Desenvolvimentos de Métodos para Análise de Elementos de Concreto com Descontinuidades

Descrição*:

Desenvolvimento de modelos corda-painel, escora-tirante, e de elementos finitos não-lineares para análise e dimensionamento de elementos estruturais de concreto com descontinuidades.
Objetivos*: Desenvolver modelos corda-painel, escora-tirante, e de elementos finitos não-lineares para analisar e dimensionar elementos estruturais de concreto com descontinuidades.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Túlio Nogueira Bittencourt

E -mail*:

tulio.bittencourt@poli.usp.br

Nome:

Rafael Alves de Souza

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.lmc.ep.usp.br/people/tbitten/gmec/home.htm
Entidade Financiadora: CAPES
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Comportamento *
Estruturas *
Concreto Protendido
Cabos não-aderentes
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Comportamento de Estruturas de Concreto Protendido com cabos não aderentes.

Descrição*:

Estudo dos critérios de projeto e desenvolvimento de novas metodologias para verificação dos estados limites de serviço e de ruptura de estruturas de concreto protendido com cabos não aderentes.
Objetivos*: Estudar critérios de projeto e desenvolver novas metodologias para verificação dos estados limites de serviço e de ruptura de estruturas de concreto protendido com cabos não aderentes.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Ricado Leopoldo França

E -mail*:

ricardo.franca@poli.usp.br

Nome:

Carlos Henrique de Moura Cunha

E -mail:

Nome:

Fernanda Giroldo

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora: CAPES
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Dimensionamento *
Estruturas *
Concreto
Incêndio
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Dimensionamento de estruturas de concreto em situação de incêndio

Descrição*:

O concreto e o aço têm suas características físicas e químicas degeneradas quando submetidas a altas temperaturas. A Norma Brasileira NBR 14432/2000-Exigências de Resistência ao Fogo dos Elementos Construtivos das Edificações, apresenta a ação térmica que
Objetivos*: Este projeto de pesquisa tem por objetivo contribuir com a normatização brasileira, estudando o comportamento das estruturas de concreto a altas temperaturas e propor um texto-base normativo para verificação das estruturas de concreto em situação de incêndio.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Valdir Pignata e Silva

E -mail*:

valdir.silva@poli.usp.br

Nome:

Carla Neves Costa

E -mail:

carla.costa@poli.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora: CAPES
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Efeito *
Tempo *
Concreto
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Efeitos do Tempo sobre o Concreto

Descrição*:

Determinar o campo de aplicação da adoção da função de fluência linear de dischinger ao estudo dos problemas de fluência do concreto nas pontes.
Objetivos*: Seu objetivo é determinar o campo de aplicação da adoção da função de fluência linear de dischinger ao estudo dos problemas de fluência do concreto nas pontes.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Fernando Rebouças Stuchhi

E -mail*:

fernando.stuchhi@poli.usp.br

Nome:

Luiz Frederico de Souza Fleury

E -mail:

Nome:

Rui Nobhiro Oyamada

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Estabilidade *
Global *
Estruturas
Concreto
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Estabilidade Global de Estruturas de Concreto

Descrição*:

Estudo dos métodos rigorosos e simplificados para verificação da estabilidade global de estruturas de concreto armado e sua implicação no dimensionamento de tais estruturas.
Objetivos*: Verificar a estabilidade global de estruturas de concreto armado e sua implicação no dimensionamento de tais estruturas.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Ricardo Leopoldo e Silva França

E -mail*:

ricardo.franca@poli.usp.br

Nome:

Sí­lvia Lopes Ferreira Crespo

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/3/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Confinamento *
Pilares *
Concreto
Instituições*:

EPUSP*


Título*: ANÁLISE DO CONFINAMENTO DADO POR LAJES EM PILARES COM CONCRETOS DE DIFERENTES RESISTÊNCIAS AO LONGO DA ALTURA

Descrição*:

Este trabalho estuda os efeitos do confinamento em pilares de concreto com diferentes resistências à compressão ao longo da altura, especificamente, no nó pilar-laje. Os valores dessas diferenças de resistências foram analisados teórica e experimentalment
Objetivos*: Este trabalho estuda os efeitos do confinamento em pilares de concreto com diferentes resistências à compressão ao longo da altura, especificamente, no nó pilar-laje. Os valores dessas diferenças de resistências foram analisados teórica e experimentalmente, baseando-se nas recomendações do item 10.13 do ACI 318, nos trabalhos de William Gamble, Ospina, Bianchini e na norma canadense CSA CAN3-A23.3-M. Com a finalidade de se avaliar tais recomendações, foram elaborados modelos simulando uma estrutura de pilar e lajes planas, submetidos a ensaios de compressão axial. Os resultados experimentais foram comparados com aquelas recomendações e levaram a conclusões significativas. Por outro lado, esses mesmos resultados foram comparados, através de um modelo de Elementos Finitos, com o critério de confinamento do CM CEB 90 (atual FIB).
Resultados Esperados*: A partir dos ensaios realizados com o modelo reduzido 1, o qual apresentava um tipo de concreto somente, e comparando as resistências obtidas com as resistências corrigidas para os corpos-de-prova cilíndricos 10x20cm com o mesmo concreto, foi possível comprovar que a resistência à compressão diminuiu com o aumento do tamanho do corpo-de-prova. Chegou-se ainda a um valor para o fator de correção médio das resistências do modelo 1 igual a 1,22 razoavelmente próximo ao valor fornecido por AVRAM et al que sugerem para corpos-de-prova prismáticos com altura aproximadamente igual a 4,3 vezes a dimensão da base, uma correção média de 1,15. Essa diferença pode ser justificada por variabilidades intrínsecas e eventualmente por efeitos de flexão composta um pouco maiores para este caso. Analisando os resultados obtidos com o modelo reduzido 2 (pilar cuja espessura central apresentava concreto de menor resistência), notou-se que ao aumentar a relação e/b (espessura central/dimensão do pilar), onde e referia-se a espessura com concreto de menor resistência, a resistência do conjunto diminuiu, o que já era esperado, pois não havia confinamento algum para aquela região. Comparando as resistências do caso de menor espessura do modelo 2 (4,5cm) com as resistências referentes ao modelo reduzido 1, observou-se que a resistência do conjunto já diminuiu de 10% a 20%. Ao comparar o modelo 2 com espessura de 14cm com o modelo 1, nota-se que tudo se passa como se o pilar fosse feito do concreto de resistência menor. Observar que esse caso corresponde ao caso de pavimentos em vigas e lajes onde as vigas têm largura pequena em relação às dimensões da seção transversal do pilar, ou seja, confinam pouco. Quanto aos resultados obtidos ensaiando os modelos com laje de menor resistência, com ou sem armadura (modelos 3 e 4, respectivamente), ficou evidente que realmente o confinamento lateral em todas as faces dos pilares internos os levou a ter maior resistência efetiva, chegando até a um ganho de 67% para o modelo 3-50-35 quando comparado ao modelo 2-50-35 de mesma espessura e de 34% em relação ao modelo 1-50 com uma única resistência e de valor elevado. Este modelo 3 apresentou uma relação entre resistência do pilar e resistência da laje (fcp/fcl) em torno de 1,51. Para o modelo 3-40-28, onde essa relação foi de 1,48, obteve-se um ganho de resistência de 34% relacionando o modelo 3 com o modelo 2. Na verdade, esse ganho de 34% nesse modelo é mais correto que aquele de 67% no modelo 3-50-35. Nesse último, houve dois ganhos sobrepostos; um devido ao confinamento e outro, devido a um aumento da resistência do concreto efetiva medida nos corpos-de-prova padrão. Para estes modelos, todas as relações entre a resistência do pilar e a resistência da laje (fcp/fcl) mostraram-se próximas, mas sempre superiores a 1,4. Além da relação fcp/fcl influenciar na resistência efetiva, outro parâmetro aqui considerado, como a armadura na laje, contribuiu no resultado da resistência do conjunto, mostrando um ganho de resistência de 7% para o modelo 4-40-28. Comparando os resultados das resistências efetivas destes ensaios com os resultados das expressões propostas na literatura, nota-se que os resultados experimentais para o modelo 50-35 com a laje armada estiveram bem próximos aos resultados da norma Canadense. E os resultados do modelo 40-28, aproximaram-se mais dos resultados do ACI, de GAMBLE e de BIANCHINI. Todos os critérios ficaram contra a segurança para o caso do modelo 50-35 e a favor, para o caso do modelo 40-28. Isso sugere que o efeito do confinamento pode reduzir-se com o aumento da resistência. Por outro lado, os resultados conseguidos através do método de avaliação do efeito de confinamento por modelagem matemática (Método dos Elementos Finitos) associado ao modelo de confinamento do CM CEB90, foram satisfatórios e coerentes com os resultados experimentais aqui obtidos.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Algumas das variáveis que influenciam na resistência efetiva não foram abordadas neste trabalho, tais como as diferentes posições do pilar na estrutura (pilar de canto ou de borda), variação da relação e/b (espessura do piso/dimensão da seção do pilar) nos modelos com laje, outras seções dos pilares (retangular, circular), influência das solicitações na laje e da armadura no pilar. A revisão bibliográfica realizada evidenciou que o número de ensaios é limitado para os casos de pilar de borda ou de canto, pilar com seção retangular, piso com vigas e piso com carregamentos. Sugere-se para estudos futuros que se pesquise não só pilares interceptados por piso de resistência menor considerando esses parâmetros, mas também, pilares interceptados por vigas ou mesmo analisar interfaces entre pilares e elementos de fundação, para que, cada vez mais, sejam realizados ensaios em quantidade suficiente de modelos, ajudando a esclarecer o efeito do confinamento nessas interfaces ainda pouco estudadas.
Participantes:


Nome*:

Fernando Rebouças Stuchhi

E -mail*:

fernando.stuchhi@poli.usp.br

Nome:

Ana Paula Silveira dos Santos

E -mail:

anap.silveira@terra.com.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
http://www.pef.usp.br/
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 3.000,00
Data Inicial*: 1/3/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 28/2/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: análise estrutural *
concreto armado *
NBR 6118:2003
Instituições*:

Departamento de Engenharia de Estruturas da EESC - USP*


Título*: Análise Estrutural de Edifícios de Acordo com a NBR 6118:2003

Descrição*:

Trata-se de um trabalho teórico, de caráter didático, pois tem o intuito de tornar mais acessível o texto da NBR 6118:2003, no que concerne à análise estrutural.
Objetivos*: O presente trabalho visa esclarecer os modelos teóricos de análise estrutural permitidos pela nova norma, a NBR 6118:2003, passando pelas hipóteses de comportamento dos materiais, modelos de vigas contínuas, pórticos planos e espaciais, detalhes de modelagem, e possivelmente pelos modelos de análise das lajes. Com isso pretende-se criar uma prática recomendada quanto à análise estrutural de edifícios de concreto armado.
Resultados Esperados*: Poder ajudar novos engenheiros na compreensão dos métodos permitidos pela norma, por exemplo, alertando-os para as limitações de certas simplificações permitidas, como o modelo de vigas contínuas e pavimentos isolados.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Fernando Fernandes Fontes

E -mail*:

fffontes@sc.usp.br

Nome:

Libânio Miranda Pinheiro

E -mail:

libanio@sc.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 0,00
Data Inicial*: 28/2/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 28/2/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: caracterí­sticas dinâmicas *
vibrações *
concreto armado
Instituições*:

USP - Escola de Engenharia de São Carlos - Departamento de Engenharia de Estruturas*


Título*: Análise experimental dos parâmetros modais de elementos de concreto armado submetidos a danificação progressiva até a ruptura.

Descrição*:

A análise dinâmica pode ser uma ferramenta na avaliação da integridade da estrutura. Num elemento de concreto armado, os danos causados por microfissuração e macrofissuração alteram sua rigidez e suas propriedades modais. Os ensaios dinâmicos fornecem o
Objetivos*: Identificação de dano em estruturas de concreto
Resultados Esperados*: desenvolvimento de ferramenta para identificação de danos
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Sandra Freire de Almeida

E -mail*:

salmeida@sc.usp.br

Nome:

João Bento de Hanai

E -mail:

jbhanai@sc.usp.br

Nome:

Petrus Gorgônio B. da Nóbrega

E -mail:

nobrega@sc.usp.br

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 5/2/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 5/2/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: concreto auto-adensável *
aditivos *
adições
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Contribuição ao estudo de concretos auto-adensáveis

Descrição*:

O concreto auto-adensável (CAA) pode ser definido como um concreto capaz de fluir dentro de uma forma, passando pelas armaduras e preenchendo a mesma, sob o efeito do seu próprio peso, sem o uso de equipamentos de vibração. Com essas características, o co
Objetivos*: Estudar os métodos de dosagem e aplicação de concretos auto-adensáveis em laboratório e em obra. Adequar a teoria e prática extrangeiras à realidade brasileira.
Resultados Esperados*: Definição dos pontos principais na dosagem de tais concretos, parâmetros para medida do comportamento no estado fresco, comparação técnico-econõmica dos concretos auto-adensáveis aplicados em obra.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Carine Toso Hartmann

E -mail*:

carine.hartmann@poli.usp.br

Nome:

Paulo Helene

E -mail:

paulo.helene@poli.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
www.concreto.pcc.usp.br
Entidade Financiadora: Engemix
Orçamento do Projeto (R$): R$ 30.000,00
Data Inicial*: 1/2/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/2/2007 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: corrosão*
cloretos *
proteção
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Contribuição ao estudo da durabilidade de concretos com proteção superficial frente à ação de íons cloretos

Descrição*:

A deterioração prematura das estruturas de concreto devido à corrosão de armaduras tornou-se um dos maiores problemas da construção civil nos últimos anos, comprovado pelo extenso levantamento realizado por Carmona; Marega (1988) que mostrou a presença de
Objetivos*: O principal objetivo deste trabalho é o desenvolvimento, de forma original, de uma metodologia de ensaio que permita determinar o grau de proteção conferido por sistemas de proteção superficial aplicados sobre o concreto, com o intuito de protegê-lo contra a corrosão causada pela ação dos íons cloretos. Como objetivo secundário, procura-se analisar a eficiência de alguns produtos disponíveis no mercado nacional, ensaiando diversos sistemas de proteção para estruturas de concreto comercializados no Brasil e indicados para aplicação em ambientes marítimos.
Resultados Esperados*: Propor uma metodologia de estudo para sistemas de proteção superficial que seja eficiente e rápida, oferecendo a possibilidade do desenvolvimento de um pequeno estudo objetivando a escolha do material mais apropriado antes da sua aplicação em uma determinada obra, desde que a obra tenha porte para isso. Responder a questões como o tipo de proteção superficial e a forma de preparo do substrato mais adequada para que a eficiência do sistema de proteção seja aproveitada com todo o seu potencial.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Marcelo Henrique Farias de Medeiros

E -mail*:

marcelo.medeiros@poli.usp.br

Nome:

Paulo Helene

E -mail:

paulo.helene@poli.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
www.concreto.pcc.usp.br
Entidade Financiadora: FAPESP
Orçamento do Projeto (R$): R$ 100.000,00
Data Inicial*: 1/2/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/2/2003 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: corrosão*
Í­ons cloreto *
pinturas anti-corrosivas
Instituições*:

Universidade de Pernambuco*


Título*: Avaliação da eficiência das Pinturas anti-corrosivas em estruturas de Concreto com problemas de corrosão por íons Cloreto.

Descrição*:

Em virtude do alto índice de problemas relacionados com a ocorrência da corrosão de armaduras, é importante o estudo do fenômeno, pois é um problema que atinge quase todo o Brasil e principalmente o estado de Pernambuco, onde a maior parte das edificações
Objetivos*: Estudo da capacidade de proteção de duas pinturas anticorrosivas quanto à corrosão das armaduras de concreto sob a ação dos íons cloreto, com diferentes relações água/cimento, utilizando ensaios acelerados de corrosão.
Resultados Esperados*: O procedimento adotado nos deu condições de analisar de forma comparativa a capacidade de proteção das pinturas anticorrosivas, quanto ao ataque ocasionado pela penetração dos íons cloreto. Desse modo, ficaram claras as vantagens do uso das pinturas anticorrosivas. Evidenciou-se ainda, um melhor desempenho da pintura a base de resina em comparação a pintura polimérica.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Estudo da Eficiência dos Silanos Aplicados em Estruturas de Concreto com Corrosão de Armaduras por Íons Cloreto.(Pesquisa em andamento). Avaliação da eficiência de Aditivos Inibidores Químicos de Corrosão utilizados em estruturas de Concreto com Corrosão de Armaduras(Pesquisa em Andamento)
Participantes:


Nome*:

Manuela Queiroz oliveira

E -mail*:

manuelaqueiroz82@yahoo.com.br

Nome:

Kalline da Silva Almeida

E -mail:

kallinealmeida@yahoo.com.br

Nome:

Eliana Cristina Barreto Monteiro

E -mail:

nana.monteiro@uol.com.br

Nome:

Béda Barkokébas Júnior

E -mail:

Bedansht@upe.poli.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FACEPE,FDPE,UPE
Orçamento do Projeto (R$): R$ 400,00
Data Inicial*: 9/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 30/9/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Lajes Cogumelo *
Concreto armado *
Concreto protendido
Punção
Instituições*:

FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS SA*
UFG - UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS
USP - UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
UnB - UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

Título*: Resistência à Punção de Lajes Cogumelo de Concreto Armado e Protendido de Casas de Força e Áreas de Montagem

Descrição*:

O esforço de punção tem sido objeto de estudo de vários pesquisadores no meio técnico principalmente devido a crescente utilização das lajes cogumelo na construção civil. Neste trabalho será estudado o aumento da resistência à punção em lajes cogumelo de
Objetivos*: O objetivo geral deste trabalho é o estudo da resistência ao puncionamento da ligação laje-pilar na região central de lajes cogumelo de concreto armado com armadura de cisalhamento e protendidas com cabos não-aderentes e armadura de cisalhamento. Para as lajes de concreto armado com armadura de cisalhamento, os objetivos são: - Aprimoramento da armadura de cisalhamento do tipo "stud" interno, inicialmente estudada por Trautwein (2001), para que se possa desenvolver todo o seu potencial de utilização na construção civil; - Disponibilizar ao mercado informações técnicas suficientes, para que seja possível a confecção de uma armadura de cisalhamento (tipo "stud" interno) passível de ser utilizada, com sucesso, no combate à punção em lajes cogumelo. Pretende-se apresentar um protótipo completo, que tenha sido utilizado nos testes, que possa substituir as alternativas apresentadas em pesquisas anteriores. Está se buscando uma solução técnica, mas com que, com igual importância, seja de fácil execução e colocação, que possa a vir ser produzida em série e conseqüentemente industrializada; - Determinar a resistência última de lajes cogumelo com armadura de cisalhamento (tipo "stud" interno) no combate à punção, possibilitando um comportamento dúctil e uma resistência satisfatória dos modelos. Objetiva-se um ganho mínimo de 90% na carga de ruptura comparada com uma laje similar sem tal armadura de cisalhamento para todos os mecanismos de ruptura; - Simulação dos modelos testados utilizando um programa computacional baseado em Elementos Finitos para o cálculo dos esforços atuantes nas lajes, a fim de permitir e facilitar o estudo numérico de quaisquer modelos de lajes cogumelo; - Desenvolver um método de dimensionamento e detalhamento prático para esta armadura de cisalhamento proposta, possibilitando o seu entendimento e uso de forma simples e universal. Para as lajes de concreto protendido com cabos não aderentes são: - Ensaio até a ruptura do primeiro grupo de lajes: 6 a 10 lajes com protensão, tendo como variáveis: nível de protensão e distribuição dos cabos. - Comparação dos resultados experimentais com os obtidos para as lajes de referência sem armadura de cisalhamento. - Comparação dos resultados experimentais com os estimados por normas como a americana ACI-318 (1999), a norma canadense CSA A23.3-94 (1994), o Eurocode 2 (1992), o CEB-FIP (1990) e CEB-FIP (1998), a NBR-6118 (1978) e o projeto de revisão da NB1 (2001). - Ensaio até a ruptura do segundo grupo de lajes: 6 a 10 lajes similares às do primeiro grupo, agora com a utilização de armadura de cisalhamento. Variáveis a serem analisadas: área e distribuição da armadura de cisalhamento. - Comparação dos resultados experimentais com os obtidos para as lajes de referência com armadura de cisalhamento. - Comparação dos resultados experimentais com os estimados por normas como a americana ACI-318 (1999), a norma canadense CSA A23.3-94 (1994), o Eurocode 2 (1992), o CEB-FIP (1990) e CEB-FIP (1998), a NBR-6118 (1978) e o projeto de revisão da NB1 (2001). - Desenvolvimento de um modelo analítico para o cálculo de lajes cogumelo protendidas, a exemplo do proposto por Menétrey (2001), tendo como base as lajes ensaiadas.
Resultados Esperados*: Os resultados obtidos dos ensaios de laboratório serão comparados aos disponíveis na literatura e aos realizados em outros centros de pesquisa, pretendendo-se comprovar a potencialidade da armadura de cisalhamento proposta e estabelecer parâmetros que permitam o seu uso na construção civil. Pretende-se também, a partir dos resultados experimentais, fornecer subsídios para a introdução destes parâmetros no dimensionamento de lajes cogumelo de concreto armado e protendido à punção. Disponibilizar ao mercado informações técnicas suficientes, para que seja possível a confecção de uma armadura de cisalhamento (tipo "stud" interno). Simulação dos modelos testados utilizando um programa computacional baseado em Elementos Finitos para o cálculo dos esforços atuantes nas lajes, a fim de permitir e facilitar o estudo numérico de quaisquer modelos de lajes cogumelo; Possibilidade de identificar o comportamento da laje e seus correspondentes modos e cargas de ruptura, anteriormente aos testes; Disseminação da tecnologia proposta e atingida; Benefícios do projeto para a capacitação científica e tecnológica da instituição de pesquisa participante - Formação de recursos humanos: 2 (dois) títulos de doutorado e 1 (um) título de mestrado, com a possibilidade de auxiliar na formação de outros títulos de doutorado e mestrado; Benefícios do projeto para a reputação da instituição de pesquisa - Reputação nacional e internacional devido ao desenvolvimento de pesquisa relacionada a assuntos discutidos a nível nacional e internacional em centros de pesquisa, universidades, e outros. - Devido ao volume de pesquisas na área desenvolvidas neste centro de pesquisa, os participantes dominam satisfatoriamente o assunto, e se apresentam disponíveis para serviços de consultoria técnica e científica; - O projeto compõe parcialmente o desenvolvimento experimental e teórico de duas teses de doutorado e uma de mestrado que serão divulgadas na Universidade de São Paulo, Universidade de Brasília, Universidade Federal de Goiás, especificamente, e em várias universidades brasileiras e estrangeiras. - Publicação em revistas, artigos e anais de congressos nacionais e internacionais da área. - Consolidação do Centro Tecnológico como Centro de Excelência a nível Nacional e Internacional; - Aquisição de equipamentos e dispositivos para ensaios de quaisquer tipos e tamanhos de laje.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Alessandra Luciano Carvalho

E -mail*:

carvalhoal@hotmail.com

Nome:

Leandro Mouta Trautwein

E -mail:

leandro.trautwein@poli.usp.br

Nome:

Ronaldo Barros Gomes

E -mail:

rgomes@eec.ufg.br

Nome:

Reynaldo Machado Bittencourt

E -mail:

rmbite@furnas.com.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FURNAS/ANEEL
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 6/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 6/1/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: concreto compactado com rolo *
dosagem *
cientí­fico
agregados
Instituições*:

FURNAS Centrais Elétricas S.A.*
Universidade Federal de Goiás
COPPE/UFRJ

Título*: Desenvolvimento e aplicação de métodos de dosagem científica para o concreto compactado com rolo

Descrição*:

Com base no CPM (Método de Empacotamento Compressível), procura-se definir procedimentos para uma dosagem que corresponda a uma otimização multi-objetivo do CCR.
Objetivos*: Desenvolver métodos científicos de dosagem para CCR.
Resultados Esperados*: Metodologia e técnica de dosagem científica para CCR.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Luciana dos Anjos Farias

E -mail*:

lafarias@furnas.com.br

Nome:

Eduardo de Moraes Rego Fairbairn

E -mail:

Nome:

Romildo Dias Toledo Filho

E -mail:

Nome:

André Luiz Bortolacci Geyer

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 5/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 5/1/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Materiais
Palavras-chave*: Resí­duo agroindustrial *
Adições Minerais *
Reação Pozolânica
Cimento Portland
Instituições*:

Universidade de Brasí­lia - UnB*
Furnas Centrais Elétricas S.A.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Título*: As Cinzas de casca de arroz (CCAs) amorfa e cristalina como adição mineral ao cimento

Descrição*:

O desenvolvimento das potencialidades dos materiais alternativos tem se constituído em um dos pilares básicos para a consolidação da tecnologia moderna. Esse novo posicionamento está relacionado a uma exigência do mercado que recentemente mostra-se inseri
Objetivos*: Verificar a possibilidade da utilização das CCAs amorfa e cristalina como substituição de parte do cimento, contribuindo tecnicamente para a consolidação do uso desses materiais como alternativa de produção de mais um tipo de cimento de características específicas e adequadas para a produção de concretos e argamassas de qualidade.
Resultados Esperados*: Cada fase do Programa Experimental apresenta um escopo específico: 1.Fase 1 ? Caracterização das CCAs residuais: Caracterizar as CCAs residuais provenientes de diferentes industrias (beneficiadores de arroz, usinas termoelétricas) envolvendo inclusive o beneficiamento do resíduo para utilização como adição mineral. O resultado final dessa fase é o selecionamento de 2 CCAs: 1(uma) amorfa e 1 (uma) cristalina para utilização nas fases seguintes do Programa Experimental; 2.Fase 2 ? Caracterização dos aglomerantes com as CCAs amorfa e cristalina: Analisar a influência da incorporação de diferentes teores das CCAs amorfa e cristalina ao cimento avaliando, dessa maneira, a viabilidade da fabricação de cimentos compostos com adição. Essa avaliação será realizada através de técnicas de análise da microestrutura e hidratação da pasta dos cimentos compostos para diferentes relações água/aglomerante; 3. Fase 3 ? Caracterização dos concretos com as CCAs amorfa e cristalina: Investigar aspectos relacionados à resistência, durabilidade e microestrutura dos concretos confeccionados com cimentos compostos com a adição das CCAs amorfa e cristalina incluíndo o desenvolvimento de equipamento para extração da fase aquosa dos poros do concreto. Além dos objetivos acima estabelecidos esse Programa Experimental gerará pelo menos 1(uma Tese de Doutorado pela UnB defendida pelo Eng. MSc. João Henrique e 3 (três) dissertações de Mestrado (UnB e UFRGS)
Sugestões para
pesquisas futuras:
Estudo da viabilidade econômica da utilização das CCAs amorfa e cristalina como adição mineral.
Participantes:


Nome*:

MSc. João Henrique da Silva Rêgo

E -mail*:

jhenriquerego@unb.br

Nome:

Prof. Dr. Antônio Alberto Nepomuceno

E -mail:

aanepomu@unb.br

Nome:

Eng. Flávio de Lima Vieira

E -mail:

flaviolm@furnas.com.br

Nome:

MSc. AnneNeiry de Mendonça Lopes

E -mail:

anne@furnas.com.br

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
www.furnas.com.br
Entidade Financiadora: ANEEL
Orçamento do Projeto (R$): R$ 0,00
Data Inicial*: 5/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 5/1/2006 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Construção
Palavras-chave*: Cimbramento *
Fôrmas *
Reescoramento
Escoramento
Instituições*:

Universidade Estadualde Campinas*


Título*: FÔRMAS, ESCORAMENTOS E REESCORAMENTOS PARA EDIFÍCIOS DE CONCRETO ARMADO

Descrição*:

O Brasil se encontra hoje como um dos países que constrói as maiores obras de concreto armado do mundo, necessitando para tanto realizar projetos racionalizados e competitivos para que alcance melhores índices de produtividade e menores desperdícios. Por
Objetivos*: Esta pesquisa tem a finalidade de estabelecer rotinas e diretrizes para o dimensionamento de projetos para fôrmas e cimbramentos de edifícios de concreto armado, devendo discutir os seguintes aspectos: a)Os principais materiais aplicados a fôrmas e cimbramentos; b)Tratamento das cargas e pressões aplicadas às fôrmas e cimbramentos; c)Dimensionamento de fôrmas de lajes, vigas e pilares; d)O concreto armado e o descimbramento; e)Dimensionamento de reescoramentos; f)Acidentes com fôrmas e cimbramentos. Conseqüências e soluções. Cabe ressaltar, ainda, que o projeto de pesquisa a ser desenvolvido não se propõe somente a relatar experiências acadêmicas, mas propor um método de dimensionamento observando-se, também, a prática corroborada através de algumas obras já executadas incluindo aí, fotos e relatos de obras que ocorreram algum tipo de patologia e as recomendações principais para a minimização desses acidentes. Inicialmente será feito um levantamento referente às experiências já realizadas no campo do dimensionamento de cimbramentos. Nesse sentido, também, será estudada a resistência do concreto armado em pequenas idades enfatizando a sua interferência nas fôrmas e cimbramentos e o possível alívio desses em idades prematuras do concreto. Por outro lado, o estudo do concreto fresco avaliando-se os parâmetros que interferem na pressão do concreto quando aplicado à fôrma será também tratado nesta pesquisa. Os resultados obtidos na pesquisa serão analisados, comparativamente, com aqueles levantados a partir das avaliações teóricas e experiências de campo, ou seja, daquelas observadas nas obras visitadas.
Resultados Esperados*: Compilados e avaliados criticamente, os resultados obtidos tanto teóricos como aqueles obtidos através da pesquisa de campo, indicarão os parâmetros que devem ser levados em conta para o dimensionamento das fôrmas, cimbramentos e reescoramentos e os principais problemas que devem ser evitados para a consolidação de uma edificação. Nesta fase, os resultados serão publicados e estarão à disposição dos interessados (poder público ou iniciativa privada, construtores, consumidores, engenheiros, arquitetos). Esses resultados teóricos fornecerão as diretrizes a serem seguidas como uma maneira de prevenir e reduzir os possíveis acidentes na construção de edifícios em concreto armado no Brasil.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Estudos sobre os concretos en idades prematuras levando-se em consideração a armadura existente, condições de contorno das peças e o rescoramento aplicado. Pesquisas experimentais envolvendo o concreto fresco na fôrma. Patologias envolvendo fôrmas e cimbramentos.
Participantes:


Nome*:

Adão Marques Batista

E -mail*:

adaomarques@uol.com.br

Nome:

Nilson Tadeu Mascia

E -mail:

nilson@fec.unicamp.com.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 3/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 6/1/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: Reforço *
Esruturas *
Concreto
Instituições*:

EPUSP*


Título*: Contribução ao Estudo do Reforço de Estruturas de Concreto

Descrição*:

Este estudo tem por finalidade, desenvolver métodos de aperfeiçoamento na qualidade de reforço de estruturas de concreto armado.
Objetivos*: Desenvolver métodos de aperfeiçoamento na qualidade de reforço de estruturas de concreto armado.
Resultados Esperados*: Artigos, Tese e Dissertação.
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

João Carlos Della Bella

E -mail*:

dbella@usp.br

Nome:

Alexandre Souza Silva

E -mail:

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora:
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 3/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 3/1/2005 (dd/mm/aaaa)
   
 

 
Área*: Estruturas
Palavras-chave*: pilares *
confinamento *
cobrimento
Instituições*:

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO*
ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS

Título*: Efeito de confinamento do núcleo e contribuição da camada de cobrimento da armadura na resistência e na deformabilidade de pilares de concreto armado

Descrição*:

O foco desta pesquisa está direcionado à análise do efeito de confinamento e da contribuição da camada de cobrimento da armadura no comportamento estrutural de pilares de concreto armado, tanto aqueles na forma em que foram originalmente construídos, como
Objetivos*: *
Resultados Esperados*: *
Sugestões para
pesquisas futuras:
Participantes:


Nome*:

Adilson Roberto Takeuti

E -mail*:

adilson_takeuti@hotmail.com

Nome:

João Bento de Hanai

E -mail:

jbhanai@sc.usp.br

Nome:

E -mail:

Nome:

E -mail:

Outros Participantes:

   
Página do grupo
de pesquisa:
Entidade Financiadora: FAPESP
Orçamento do Projeto (R$): R$ 5.000,00
Data Inicial*: 1/1/2003 (dd/mm/aaaa)
Data Final: 1/1/2004 (dd/mm/aaaa)
   
 

 

<<
Anterior
4
5
6
7
8
Próxima
>>
Página 4 de 334 (6661 registros encontrados)